quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Tarot Cigano: Mandala Real dos Caminhos do Destino




Ela se sentiu confusa, cansada, desgastada e precisou buscar o conhecimento e usar sua sabedoria para fazer uma grande transição e romper com o que a entristecia. Usou as mais ocultas e inconscientes forças de seu ser para transpor o que não mais fazia sentido em sua vida. A justiça se fez, gerando ainda mais força, mais plenitude, crescimento e paz com seu verdadeiro eu.
Pelo poder da intuição ela abre os caminhos do seu coração, conquistando segurança, alegrias, felicidade profunda, real e verdadeira. A cor da vida retorna, seu carma se purifica, trazendo a certeza e a confiança de que é uma protegida, uma co-criadora, que transforma as energias positivamente e com grande astúcia. Aprende a escolher melhor seus aliados, seus protetores e seus mestres, trazendo para si a vitória em todos os sentidos, e o reconhecimento de seus valores e de sua capacidade de mudar o rumo das coisas, de vencer os obstáculos e as negatividades, transmutando tudo.
Um novo ciclo de energia positiva se inicia, trazendo novas oportunidades.
O equilíbrio é alcançado, a colheita é garantida. É hora de ousar, de decidir, de colher o que plantou, e ela é atenta a tudo, é confiante nas conquistas merecidas, é confiante no seu poder interior, na espiritualidade que a tudo materializa, a tudo une, a tudo muda e transforma, dando a plena visão da luz no fim do túnel.

(previsões e determinações de uma Shuvanni)
por: Ellena Públio

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Vidas ... de uma Guerreira da Luz



Todo Guerreiro da Luz já sucumbiu aos véus do esquecimento, e renasceu... Este véu lhe causou culpa e medo, e o fez vivenciar sofrimentos ... 
muitas vezes desnecessários e que só serviriam para gerar mais Carmas.

Remover os véus do esquecimento requer coragem, força interna, entendimento, aceitação, fé e confiança inabaláveis de que nesta vida nasceu para aprender a fazer o que é certo e não gerar mais sofrimento e desequilíbrio... não por si próprio, mas por todas as vidas coligadas dos Universos; sem nunca esquecer de quem se é:

Eu Sou...