terça-feira, 2 de maio de 2017

O 6o. Degrau... - uma parábola para os elevadores da vida e as estações do Viver...



Sonhando no elevador: Eu estava em um prédio antigo que já conheci e vivi... Eu tinha que chegar ao 5o. andar... mas não conseguia passar do 3o... e não compreendia o que acontecia... o elevador subia, chegava ao 3o, parava e voltava... abrindo a porta no subsolo... Eu apertava o botão novamente, pensando que era um defeito do elevador...5o. andar... e a situação se repetia... comecei então a pensar o que tinha no 3o. andar... as pessoas que conheci ali... mas eu não queria estar ali... e não podia ver além disto porque o elevador não abria a porta onde eu queria descer... sequer chegava até o andar... eu não conseguia ir além. Então, determinada apertei o botão para o 4o andar, tentando enganar o elevador... mas nada... ele chegou no 3o... parou e abriu a porta outra vez... mas eu não saí... oras eu queria chegar no 5o andar! Então fechou-se a porta e começou a descer... lá fui eu novamente pro subsolo... Outra tentativa... 6o. andar... pensei em descer um lance de escadas e chegar onde queria... nada... o elevador estacionava no 3o. andar... Refleti novamente, lembrei das pessoas que conheci no 3o. andar... cada passo da jornada, o que vivemos, o que planejamos, onde falhei... onde falharam comigo... alguns ainda moram lá... outros se mudaram para outros prédios, alguns em andares mais altos, outros em andares mais baixos... alguns para bairros diferentes, outras ruas, alguns saíram de prédios e compraram casas, em condomínios horizontais... eu me mudei tantas vezes de lugar... mas lá estava eu... transitando entre o 3o. andar e o subsolo, inúmeras vezes... Bem, decidi fazer uma oração... me perdoar pelas coisas que não compreendi... perdoar e libertar de meus pensamentos aqueles com quem tentei evoluir mas não conseguirmos... e principalmente agradeci a todos que pude me lembrar, pela jornada percorrida, por nossos aprendizados, alegrias, e tristezas também pois nos ensinaram a ser quem somos... O elevador estacionado no 3o. andar começou a se mover... sozinho... parou no 4o. andar... não abriu a porta, como que me dando um tempo para pensar... Eu não desisti... pensei em todas as coisas que eu gostaria de mudar para um novo andar, um novo endereço, descobrir coisas novas e pessoas novas, novos vizinhos, novas coisas para ver e fazer, nossas oportunidades a viver... e apertei convicta o botão para o 8o. andar... e ele finalmente recomeçou a subir... 1o andar... 2o. andar... 3o andar.. respirei fundo... ele prosseguiu... segundos de alívio... alegria... esperança... "coragem mulher! " pensei aliviada... Surpresa percebi no marcador que pareciam 3 limões a cair num painel antigo, porque ele era assim tão maluco?... porque 3 limões pulavam no painel enquanto mudava o número do andar? lembrei da Alice e o relógio maluco: eu nunca assisti o filme direito, como se deve fazer... e o elevador subia... 4o. andar... voltei a sorrir em meu coração, compreendi que tentei chegar em um andar sem passar pelo outro... e não se pode saltar etapas, há muito a se ver e aprender ... Lá fui eu sorridente de olho no painel... 5o andar... serenidade... sensação de levitar... e ele foi adiante... 6o... 7o... Senti profundo amor expandir minha percepção do momento... enquanto via o painel mudar para 8o. andar... Paz... Plenitude... a jornada recomeça...
Há um segredo no 8o. andar... e muitas explicações para todas as portas que se abrem e não descemos... Na ansiedade de continuar a subir e chegar ao destino escolhido muitas vezes, apressados que somos, saltamos etapas... tropeçamos na escadas... e surgem portas a escolher e tantas vezes se abrem até duas portas... mas estamos tão afobados que só vemos uma delas...
Um belo dia uma grande escolha se deve fazer... (lembrei do sonho das 2 portas que tive tempos atrás e um alivio imenso tocou meu coração) .. Muito aprendizado, observar, refletir, estudar minuciosamente as nuances de cada ponto... do porque de cada "parada", as escolhas que fazemos quando apertamos botões... onde queremos chegar e se realmente estamos preparados para "subir"... o que isto tudo tem a nos mostrar ? É muito importante buscar compreender o porque dos sonhos e o que eles nos revelam... sair do pragmatismo, sair da fantasia, e analisar como se você fosse a 3a. pessoa na história: o observador de si mesmo...ou a 4a. a 5a... tudo tem uma razão de ser. A grande mágica é compreender as nuances e aprender com elas... Eu tive muitos sonhos com elevadores... de todos os tipos e direções... alguns eu tive que segurar as paredes para não desabar... outros tive que sair pela tampa em cima e saltar para outro elevador em movimento, muitas vezes tive que saltar numa direção diferente daquela onde eu queria ir... e sem prévio aviso... muitas vezes tive que escalar as escadas infinitas, uma a uma, contando vagarosamente cada pedacinho que compunha cada degrau... outras tantas pensei que estava subindo, mas na realidade estava descendo... e isto foi bem doloroso de conscientizar... mas este último sonho traz algo de especial e revelador que se somam aos fragmentos dos outros sonhos dos elevadores malucos... na época eu não compreendi, agora, uma janelinha se abriu no elevador que tomei... Hoje, reconheço todas as portas por onde andei, onde parei, as que eu não abri, as que eu fechei... cada uma delas traz uma história que daria um livro... Por enquanto fico por aqui, na esperança de que esta parábola da minha vida faça algum sentido para a vida de vocês... Jamais desistam de seus sonhos... aprendam com eles... e se não souber interpretar, respire, procure alguém que o saiba... ou simplesmente tenha a paciência de montar o seu próprio quebra-cabeças. Em profunda paz e clareza sigo... e de um jeito todo especial hoje posso dizer: Para o Alto e Avante!!! Recomendo uma profunda reflexão em seu coração sobre o porque de apertar botão do 8o. andar... tenho certeza que se você estudar e analisar bastante fará uma incrível descoberta sobre si mesmo e os caminhos que vem percorrendo... Paz profunda e alegria no caminhar... Em Luz... em Amor. Em Cristo... Elena Publio 21:00Hrs. 02/05/2017 ps: a configuração das imagens no texto tomou vontade própria... deu um trabalhão ajustar... quiseram vir as duas... mas quem sou eu para interferir ? Beijos no coração.